Pesquisar este blog

segunda-feira, 2 de março de 2015

A pior doença

Minha forma de amar eu cheguei a conclusão que é louca, ou ela é louca ou que me faz sentir esse amor é assim, não sei explicar, não sei o há, sempre fui tão centrada, tão coerente, já gostei de muitos, mas nunca, nunca foi algo tão enloquecidamente, nunca fugi tanto do controle, nunca perdi tanto o controle e me sinto agora completamente ddescontrolada, não sei se perdir a razão ou não, eu só sei de uma coisa, eu não quero de forma alguma perder algo que eu tenho, O amor que eu tenho,mas as vezes sinto que minha loucura pode acabar comigo, as vezes vejo que não é apenas comigo, os erros também vem do alheio, mas não faço ideia, isso me.machuca tanto,me deixa sem sentindo,.sem chão, não queria ter jamais, jamais,jamais,jamais esse sentimento,mas estou tendo e que queria apenas aproveitar o lado de bom que ele me.oferce, mas a única coisa que sinto é angústias, dor, ppreocupação, eu não queria mesmo sentir isso, mas é além do que eu posso controlar, queria saber controlar, mas vai além das minhas capacidades, dos meus limites, é algo que não sei com que palavras expressar, deveria haver algo pra tirar ou controlar isso, isso não é justo, não é, eu queria poder ter o poder de me.controlar, eu sou responsável pelas minhas atitudes, sou responsável por mim e por qualquer ação que eu posso fazer, mas como é possível um sentimento tão devastador e eu não poder controlar? Isso não é possível, é angustiando, o que eu fiz pta merecer isso? O quê? Eu nunca queria que acontecesse isso comigo, não quero, não da, eu tenho tanta coisas pra mim, tantos planos pro meu.futuro, eu planejo mil coisas boas e faço com que elas aconteçam, com foco e dedicação e de repente me vem esse sentimento devastador que me deixa completamente sem razão, sem chão, me deixa completamente louca e não faço.ideia de como controlar isso, não faço, é surreal, pporque eu sinto isso? Porquê? Isso é um castigo? Que mal eu fiz? Nunca fiz nada de ruim, sempre cultivei coisas boas, o bem e me vem esse sentimento pra desmorar minha vida, não aguento mais, não aguento, chegaaaaaaaaa, eu preciso seguir minha vida como sempre foi, eu sendo inteiramente apaixonada por mim, unicamente, mas ninguém, não dá, não dá pra amar pessoas além de si, queria tanto que isso passasse, tanto, mas não consigo ter nenhum controle por isso, mas uma coisa é certa, escrever, colocar tudo isso pra fora me aliviq tanto, tanto, mas não me cura dessa doença louca, doença sim, porque sentir toda essa angústia não é normal, e tem que haver uma cura pra.isso, pois não dá, doença de louco que atrapalha a minha vida, mas independente de qualquer sentimento, de qualquer dor eu não posso jamais largar meus objetivos de vida que é crescer profissionalmente e ser feliz, apenas isso que busco a felicidade ,não  um amor louco, que me deixa louca e que atrapalha tudo em minha volta, por mais certa e coerenta que eu tento ser essa merda de amor, de paixão estraga meus planos, minha vida, mas vou se4 forte,.muito forte, não vou deixar isso me abater e vou superar tudo isso de cabeça erguida, amor maldito, como isso ainda pode existir? Como? Acho que preciso urgentemente de um remédio pra toda essa dor e acho que meu melhor remédio é a escrita, me aluvia, mas ainda não me cura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gente,leia e comente, se não leu por favor não comente, não quero mais comentários e nem mais seguidores, quero leitores, obrigada Kate Luzzi.