Pesquisar este blog

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Felicidade material

Tem dia que eu acordo e penso na minhas vida, como ela é , e comno eu reclamo dela, e reclamo demais, mas tem pessoas que reclamam mais, mas isso é o que menos importa agora. Um dia eu tive a noçaõ do que é realmente a minha vida e eu vi que eu sou feliz abesa, ao contrário de muitas pessoas que sofrem na vida, eu sei, que a vida não é perfeita e que nós temos que tentar ao máximo para que a nossa vida seja perfeita, o Mundo não é um mar de flores, mas cada um de nós fizermos uma parte para que ele melhore, ele vai ficar bem melhor do que nós possamos imaginar.
Eu sei que não tenho tudo que eu quero, mas muito o que eu posso ter, eu as vezes acho que tenho até demais, é que a pessoa nunca ta feliz com o que tem, as pessoas SEMPRE querem , mais, e mais, e mais, e mais, nunca niguém está satisfeito com o que tem o que poder ter, nunca ninguém quer apenas isso, mas mais um pouco e mais um pouco até que isso torna-se um vicio uma compulsão, e quando nós não temos o que realmente desejamos, da uma angústia no peito, uma dor no corção, uma coisa inesplicavél, um sentimente inigualável, uma "coisa", que você acha que ninguém sabe o que você está sentido.
Então eu fui pensando, e fui pensando e pensei mais um pouquinho, e vi que a minha vida aos olhos de outras pessoas passa a ser uma vida "invejável", pois tenho uma casa boa, uma escolha boa, faço cursos, sai me divirto, mora na cidade maravilhosa e cheia de praias, tenho muitos amigos, entro e saio a hora que eu quizer, faço muitas coisas que as mães das minhas amigas não deixam, tenho pais super liberais, e chatos como todos os pai (principalmente meu pai, chato abessa, nossa, mas como ele é chato), uma família que me ama, ganha dinheiro, roupas, aparelhos eletreônicos tudo de graça sem me esforça em nenhum trabalho, só o trabalho de pedir, e assim entre outras coisas, eu passo na rua e vejo as pessoas que nem casa pra morar elas tem, elas adorariam ter a metade da vida que eu tenho e eu vi que assim desse jeiro eu sou feliz, tudo bem sempre que eu puder ter mais e mais, eu vou tentar, mas não necessáriamente querer e querer, tenho que ter, eu quero agora, ai que ódio entre outras coisas que dão bastente raiva, eu ano que vem termino os estudos, vou para o intermediário no inglês, vou ser maior de idade, eu acho que ano que vem vai ser o ano da "mudança geral", e acho também que não irei pensar em me ver sempre feliz só com coisas novas e atualizadas, e vou ver que pra ser feliz, basta querer, basta sorrir, basta ser feliz !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gente,leia e comente, se não leu por favor não comente, não quero mais comentários e nem mais seguidores, quero leitores, obrigada Kate Luzzi.